Cirurgia de Perda de Peso

O que é cirurgia minimamente invasiva

harmonic trocars in use

O trabalho que realizamos na Ethicon é sempre direcionado por uma importante pergunta: Como podemos aprimorar a cirurgia para melhorar sua experiência como paciente? Mais especificamente, como sua recuperação pode ser mais rápida? Pode haver menos formação de cicatrizes e menos dor após sua cirurgia. Acreditamos que a resposta é a cirurgia minimamente invasiva.

Em 1988, o Dr. J. Barry McKernan, após fazer apenas uma incisão de 10mm, inseriu um laparoscópio (ou câmera miniatura) no abdômen de um paciente e retirou sua vesícula biliar. O paciente se recuperou dentro de poucos dias, ao invés de semanas ou meses. Essa foi a primeira colecistectomia laparoscópica realizada nos E.U.A. e o início do movimento minimamente invasivo na cirurgia.

Desde então, os procedimentos minimamente invasivos vêm mudando a maneira de pensar das pessoas sobre a cirurgia. Os pacientes que optam por esses procedimentos inovadores, ao invés da cirurgia convencional, geralmente desfrutam de menor duração da hospitalização e recuperação mais rápida. Isso significa voltar mais rapidamente para as coisas que são importantes na vida.

Como funcionam os procedimentos minimamente invasivos

Os procedimentos minimamente invasivos, que incluem a cirurgia laparoscópica, usam a tecnologia estado-da-arte para reduzir os danos ao tecido humano, ao realizar a cirurgia. Por exemplo, na maioria dos procedimentos, um cirurgião faz várias pequenas incisões de 2,5 cm e insere tubos finos denominados trocartes. O gás dióxido de carbono pode ser usado para inflar a área, criando um espaço entre os órgãos internos e a pele. Em seguida, uma câmera miniatura (geralmente um laparoscópio ou endoscópio) é colocada através de um dos trocartes, para que a equipe cirúrgica possa visualizar o procedimento como uma imagem ampliada nos monitores de vídeo do centro cirúrgico. Então, instrumentos especializados são colocados através dos outros trocartes, para realizar os procedimentos. Em alguns casos, como na cirurgia minimamente invasiva de cólon, uma incisão ligeiramente maior pode ser necessária. Mas em outros casos, como nos procedimentos minimamente invasivos de hemorroida, incisões ou trocartes não são necessários.

Você é um candidato a um procedimento minimamente invasivo?

Esses tipos de procedimentos não são para todo mundo e somente seu médico pode determinar se uma cirurgia minimamente invasiva é ideal para você. Esses procedimentos comprovaram ser tão eficazes quanto a cirurgia convencional. E mais de 20 milhões de norte-americanos se submeteram a esses procedimentos.

Benefícios dos procedimentos minimamente invasivos

Em geral, esses procedimentos não geram apenas resultados equivalentes aos resultados da cirurgia "aberta" tradicional (que às vezes requer uma grande incisão), mas os procedimentos minimamente invasivos (que usam pequenas incisões) podem oferecer benefícios significativos também:

  • Recuperação Mais Rápida – Como um procedimento minimamente invasivo requer incisões menores do que a cirurgia convencional (em geral, aproximadamente o diâmetro de uma moeda de dez centavos), seu corpo pode cicatrizar muito mais rapidamente.
  • Menor Duração da Hospitalização – Os procedimentos minimamente invasivos ajudam você a sair do hospital e voltar a sua vida mais rapidamente do que a cirurgia convencional.
  • Menos formação de cicatrizes – A maioria das incisões é tão pequena que é difícil até de notá-las, após a cicatrização das incisões.
  • Menos dor – Como esses procedimentos são menos invasivos do que a cirurgia convencional, tipicamente há menos dor envolvida.

Para saber mais sobre os procedimentos minimamente invasivos como se aplicam a sua condição específica, visite as seguintes seções no menu Tópicos de Saúde.

X
X
Compartilhar com os amigos

Interessado em compartilhar este item?

X
Tradutor do Código do Produto
X
Device code translator results

Volte para busca